Expediente

Editorial

Revista O Papel - DEZEMBRO/2021

UMA JORNADA DE TRANSFORMAÇÕES 


 Apenas por um minuto eu convido todos os leitores a fechar os olhos e imaginar como será a indústria do futuro, tema da Reportagem de Capa desta nossa última edição de 2021. Imaginar os seus processos produtivos, o modelo de gestão, enfim, refletir sobre o papel de cada um de nós nesse novo cenário que se encontra em construção já há algum tempo. Podemos sentir medo, insegurança, diversos sentimentos de incerteza juntos e misturados, contudo, temos de ter coragem para viver e para lidar com tudo de novo que está emergindo na indústria do futuro que daqui a pouco se tornará presente. Esta nossa reflexão tão fugaz se interliga ao tema trazido neste final de ano pela nossa colunista Jackeline Leal, em Carreiras & Oportunidades, sobre a pergunta: você se acha uma pessoa corajosa? Ao passar pelas páginas desta edição durante a leitura da reportagem e da coluna, certamente tomaremos conhecimento sobre como será a nossa indústria do futuro, marcada principalmente pela transformação digital, que se acelerou nos últimos anos em meio à pandemia e sentiremos vontade de saber se somos mesmo corajosos perante tantos desafios promovidos por diversas mudanças que estão acontecendo em nossas vidas e empresas. As respostas estão dentro de cada um de nós, faz parte da nossa verdade interior, experiências e tantas outras características. Já no aspecto empresarial as respostas sobre os desafios e posicionamentos requeridos das organizações neste cenário futuro foram dadas em nossa matéria principal por especialistas no tema da gestão empresarial, como Ricardo Caruso, professor do curso Indústria 4.0: Conceito, Método e Aplicação Prática, da Fundação Vanzolini, e Vicente Falconi, sócio-fundador e membro do Conselho de Administração da Falconi Consultores, entre outros executivos do setor de celulose e papel, e o professor da Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo (USP), Song Won Park. Além das tecnologias de máquinas altamente digitalizadas para mover a indústria do futuro, novos produtos feitos a partir de matérias-primas renováveis, o ser humano terá de se transformar para ser capaz de atuar nos novos processos e atender às demandas das empresas geradas a partir da implantação dos princípios Environmental, Social and Corporate Governance (ESG). Falconi vê uma união entre estes princípios e as pessoas que formam o quadro de colaboradores das empresas como marca da gestão nos próximos anos. “Recomendo às empresas selecionar pessoas certas para seus trabalhos – cada jogador de futebol tem sua posição no campo –, manter estas pessoas – cada um que sai leva um conhecimento precioso sobre a empresa que é, muitas vezes, difícil de recuperar –, e educar e treinar por toda vida, fazendo com que cada funcionário cresça continuamente como profissional. Estas serão as pessoas que resolverão os problemas de gestão de ESG no futuro”, aconselha. Ou seja, é o conceito lifelong learning se firmando como essencial entre os profissionais. E para completar esta abordagem sobre o mundo empresarial futuro, nossa Entrevista especial internacional fala sobre a criação e resultados dos trabalhos da Renewable Carbon Initiative (RCI), criada por 11 organizações em setembro de 2020 para fortalecer o conceito de carbono renovável como base da sustentabilidade do setor químico e contribuir com o atingimento das metas climáticas, tão reforçadas este ano pela realizada da COP 26 – 26.ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas. A nova-Institute, instituição privada e independente de pesquisa, fundada em 1994, na Alemanha, é responsável pela iniciativa e começou a desenvolver os primeiros conceitos sobre carbono renovável em 2014. Em 2018, publicou um artigo abrangente sobre o conceito com o título O carbono renovável é a chave para uma indústria química sustentável e voltada para o futuro. “O estudo deixou claro que o setor de química orgânica tinha de ir além do simples uso de energia renovável. Como a descarbonização não é uma opção para esse setor que está fundamentado no uso de carbono, uma estratégia alternativa mostrou-se necessária”, contextualiza Christopher vom Berg, gerente executivo da RCI, nosso entrevistado desta edição. Confiram ainda todas as colunas sobre indicadores de mercado e gestão, além de artigos assinados sobre Indústria 4.0 com seus mitos e verdades e os desafios da digitalização no setor de manufatura industrial, entre outras notícias. Um excelente Natal a todos e a seus familiares, com um Ano Novo sempre repleto de renovação de nossas esperanças sobre dias melhores para todos neste cenário futuro!

Grande abraço,

Patricia Capo

Editora Responsável de Publicações/Coordenadora de Comunicação

__________________________________________________________________

O Papel – DECEMBER / 2021
A JOURNEY OF TRANSFORMATIONS

I invite readers to close her eyes for just a minute and imagine what the industry of the future will be like, which is the theme of this month’s Cover Story, our last issue in 2021. Imagine your productive processes and management model, reflect on each one’s role in this new scenario that has been under construction for some time already. We may feel fear, insecurity, mixed feelings of uncertainty, however, we must have the courage to live and deal with everything new that emerges in this industry of the future, which not too-far-down the road will become the present. This reflection so-ephemeral of ours interconnects with the theme presented in this end-of-year by columnist Jackeline Leal, in Careers & Opportunities, about the question: do you think you are a courageous person? As you read this Cover Story and column, you will become aware of what our industry of the future will be like, based mainly on the digital transformation that has accelerated over the last years in the midst of the pandemic, and we will want to know if we really are brave in face of so many challenges caused by the many changes occurring in our lives and in our companies. The answers are inside each one of us, they are part of our inner truth, our experiences and many other traits. On the business side of things, the answers for the challenges and the positioning required from organizations in this future scenario are provided in our main story by business management experts Ricardo Caruso, professor of the Industry 4.0: Concept, Method and Practical Application course at Fundação Vanzolini, and Vicente Falconi, Founding Partner and Board Member of Falconi Consultores, as well as executives of the pulp and paper industry, and University of São Paulo’s (USP) School of Engineering professor Song Won Park. In addition to highly-digital machine technologies to drive the industry of the future, new products made from renewable raw materials, people will have to transform themselves to be able to work with new processes and satisfy the demands of these companies generated through the implementation of Environmental, Social and Corporate Governance (ESG) principles. Falconi sees a union between these principles and the people that make up the workforce of companies as a management trait over the next years. “I recommend that companies select the right people for their jobs — each soccer player with its respective position on the field —, keep them — each person that leaves takes with it precious knowledge about the company which, many times, is difficult to recover —, and provide lifelong education and training, seeing to that each employee continually grows as a professional. These will be the people who will resolve ESG management problems in the future,” he says. In other words, it is the lifelonglearning concept establishing itself as an essential factor among professionals. To conclude this part on the business world of the future, this month’s special international Interview talks about the creation and work results of the Renewable Carbon Initiative (RCI) founded by 11 organizations in September 2020 to strengthen the concept of renewable Carbon as the foundation for the chemical industry’s sustainability and to help achieve climate goals, this year further reinforced during COP26 – 2021 United Nations Climate Change Conference. Nova-Institute, a private and independent research institution founded in 1994 in Germany, was responsible for developing the first concepts of renewable carbon in 2014. In 2018, it published a comprehensive paper on the concept under the name Renewable Carbon is Key to a Sustainable and Future-Oriented Chemical Industry. “The study made it clear that the organic chemical sector has to go beyond renewable energy. As carbonization is not an option for organic chemistry, which is entirely based on the use of carbon, an alternative strategy was needed,” says Christopher vom Berg, executive manager of RCI and this month’s interviewee. Check out all the columns with market and management indicators, as well as signed articles on industry 4.0 with its myths and truths, and the digitalization challenges in the industrial manufacturing sector, and other news. An excellent Christmas to everyone and their loved ones, a Happy New year always full of renewed hope for better days to everyone in this future scenario!

Chief Editor of Publications/Communications Coordinator

 

 

Patrícia Capo
Editora
tel. (11) 38742725

O Papel
Revista mensal de tecnologia em celulose e papel,
ISSN 0031-1057/Monthly Magazine of Pulp and Paper Technology

 

Redação e endereço para correspondência/O Papel Address for Contact:
Rua Zequinha de Abreu, 27
Pacaembu, São Paulo/SP – CEP 01250-050
Telefone (11) 3874-2700

 

Jornalista e Editora Responsável/Journalist and Editor-in-Chief: Patrícia Tadeu Marques Capo MTb 26.351-SP

Editor de Arte/Webmaster: Fernando Lenci
 

Conselho Editorial Executivo/Executive Editorial Council: Em definição


Comitê de Trabalhos Técnicos ABTCP/The ABTCP´s / Committee of Technical Papers:
Editora Técnica Designada/Technical Paper Editor in Charge: Maria Luiza Otero D’Almeida (Instituto de Pesquisas Tecnológicas – IPT)

Membros do Comitê/Committee Members:
Alfredo Mokfienski, André Luiz Ferraz, Antonio Aprígio da Silva Curvelo, Celso Edmundo Bochetti Foelkel, Cesar Augusto de Vasconcellos Anfe, Danyella Oliveira
Perissotto, Deusanilde de Jesus Silva, Edison Strugo Muniz, Érico de Castro Ebeling, Flávio Trioschi, Graciela Beatriz Gavazzo, Gustavo Correa Mirapalheta, Gustavo
Matheus de Almeida, Gustavo Ventorim, José Luiz Dutra Siqueira, José Vicente Hallak D´Angelo, Júlio César da Costa, Luiz Marcelo Dionello Piotto, Marcelo Karabolad
dos Santos, Marcia Barreto Cardoso, Maria Cristina Area, Michael Lecourt, Nei Rubens Lima, Osvaldo Vieira, Patrícia Kaji Yasumura, Pedro Fardim, Song Won Park

Publicidade/Publicity: Tel.: (11) 3874-2720/ (11) 3874-2733

Email: relacionamento@abtcp.org.br

Representante na Europa:
Nicolas Pelletier - RNP Tel.: +33 238 42 2900
Fax: +33 238 42 2910
E-mail: nicolas.pelletier@groupenp.com

 

Publicação indexada/O Papel Index : A revista O Papel está indexada no Chemical Abstracts Service (CAS), www.cas.org

 

Os artigos assinados e os conceitos emitidos por entrevistados são de responsabilidade
exclusiva dos signatários ou dos emitentes. É proibida a reprodução total ou parcial dos
artigos sem a devida autorização.

Signed articles and concepts emitted by interviewees are
exclusively responsibility of the signatories or people who have emitted the opinions. It is
prohibited the total or partial reproduction of the articles without the due authorization.

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009