Publicação
Escolha por melhores alternativas inbound e outbound são determinantes para driblar as inúmeras deficiências ainda presentes na infraestrutura brasileira

cadeia produtiva extensa, que começa na floresta e termina com o escoamento de uma grande variedade de produtos a empresas e consumidores fi nais, exige um minucioso planejamento logístico por parte dos fabricantes de celulose e papel. Além de serem determinantes ao processo fabril, as estratégias logísticas têm forte impacto na competitividade das empresas. “Considerando-se que exis-tem três produtos principais envolvidos no processo fabril (madeira, celulose e papel), todos transportados em alguma etapa da produção, é possível ter a dimensão da complexidade logística dessa cadeia produtiva. O ’custo Brasil’, que reflete a deficiência na infraestrutura de transporte do País, desponta como o grande entrave da indústria nacional”, contextualiza Edésio Lopes, coordenador do MBA em Infraestrutura de Transportes e Rodovias do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG)
Anexos

Clique aqui para fazer o download da reportagem de capa

Adobe PDF | 3099 Kb

 

Caroline Martin
Especial para Revista O Papel
tel. (11) 38742725
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009