Publicação
Há muito familiarizada com as características da biomassa lignocelulósica, a indústria de celulose e papel tem plena consciência sobre seu potencial e as inúmeras alternativas que podem se fortalecer nos próximos anos. A pauta de crescente interesse entre os atores do setor de base florestal ganha caráter especial em um cenário propício a mudanças: o mundo está convicto da urgente necessidade de alterações para o combate à mudança climática. Transformar os parques fabris de celulose e papel em fábricas ainda mais otimizadas ou, ainda, em biorrefinarias, fazendo o portfólio atual tornar-se algo muito mais diversificado, robusto e apto às demandas da bioeconomia, é apenas um dos exemplos de capítulos dessa significativa evolução, que promete marcar o setor nas próximas décadas. 
Anexos

Clique aqui para fazer o download do arquivo

PDF | 3075 Kb

 

Caroline Martin
Especial para Revista O Papel
tel. (11) 38742725
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009