ZÉ PACEL DEFINE UM CONCEITO E APLICABILIDADE TÉCNICA

Artigos Assinados | Coluna Pergunte ao Zé Pacel | 22.03.2017
Publicação
Por Daniela Colevati Ferreira (danielacf@ipt.br), do Laboratório de Papel e Celulose (LPC), do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Líquidos iônicos (LIs) são sais com ponto de fusão baixo, convencionalmente, abaixo da temperatura de ebulição da água, ou seja, 100 °C (Figura 1A). Os LIs são compostos por sais orgânicos ou pelo menos um íon orgânico, que devido ao seu grande volume favorece a fusão à baixa temperatura dos LIs (EL SEOUD et al., 2007). Exemplos dos cátions e ânions presentes nos LIs mais utilizados são mostrados na Figura 1B. A possibilidade de modificação da estrutura química dos cátions e ânions e de combinação destes permite a obtenção de LIs com diferentes propriedades físico-químicas, tais como ponto de fusão, estabilidade térmica, viscosidade, entre outras, de forma a satisfazer os requisitos necessários de uma dada aplicação.
Anexos

Clique aqui para fazer o download do arquivo

PDF | 571 Kb

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009