Publicação
ARTIGO TÉCNICO / TECHNICAL ARTICLE
O PAPEL vol. 79, num. 8, pp. 91 - 96 AUG 2018


GERENCIAMENTO DE PARTÍCULAS – UMA ABORDAGEM
INOVADORA PARA MAXIMIZAR A QUALIDADE DO
PAPEL E A OPERACIONALIDADE DA MÁQUINA DE PAPEL

Autores: Dr. Thomas Haettich1, Jorge Vazquez2
1 Solenis Germany GmbH, D40599 Düsseldorf. Germany
2 Solenis Especialidades Químicas Ltda. Chile


RESUMO
Os produtos químicos utilizados na fabricação de papel podem
ser divididos em dois grupos: funcionais e produtos químicos de processo
que são usados para controlar o processo de fabricação de
papel. Os produtos químicos funcionais agregam valor ao papel acabado
pois introduzem propriedades superiores àqueles dos papéis
não tratados. O custo do processo de fabricação de papel pode ser
controlado por meio do uso eficaz de produtos químicos de processo.
Os aditivos químicos para controle de lixo aniônico e stickies são
associados à melhoria da produtividade do processo. Eles geralmente
não são considerados como valor agregado para o papel
acabado. Este artigo descreve como uma abordagem holística para
o tratamento químico de uma máquina de papel pode efetivamente
gerar valor para o fabricante de papel. Tal estratégia, de melhora da
qualidade e da produtividade do papel, envolve a implementação
de um programa de “Gerenciamento de Partículas”, a fim de conseguir
um controle melhor do extremo úmido.
O princípio do “Gerenciamento de Partículas” é definir o comportamento
dos diferentes elementos presentes no processo de
fabricação de papel (fibras, contaminantes e aditivos) por meio
de possibilidades técnicas e analíticas. Ele permite visualizar, por
um lado, a evolução dos contaminantes no sistema (aglomeração,
fixação, deposição e reação com fibras e aditivos) e, por outro, a
eficiência de cada produto adicionado ao processo. O objetivo do
fabricante de papel pode ser limitar a influência destes contaminantes
no processo e otimizar a reatividade superficial das fibras
para assegurar o mais alto desempenho dos aditivos funcionais.
Palavras-chave: aditivos, funcionais, contaminantes, qualidade,
produtividade
Anexos

GERENCIAMENTO DE PARTÍCULAS – UMA ABORDAGEM INOVADORA PARA MAXIMIZAR A QUALIDADE DO PAPEL E A OPERACIONALIDADE DA MÁQUINA DE PAPEL

PDF | 1206 Kb

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009