Publicação
Os primeiros tipos de ondas foram aqueles conhecidos como onda A e onda B. Posteriormente, surgiu a onda C. A diferença entre elas era basicamente a altura. A distância entre uma onda e a seguinte (passo) é outra característica;
um número maior de ondas por metro linear vai diferenciar, também, esses diferentes tipos de ondas.

Ainda outro fator importante, e decorrente da altura da onda, é o consumo do papel miolo por metro linear no sentido do comprimento da chapa. O tipo de onda mais baixo apresenta um consumo menor do que aqueles de altura maior. Há aqui uma resultante econômica muito importante na redução dos custos.
Anexos

PDF | 478 Kb

 

Juarez Pereira
Assessor técnico da ABPO – Associação Brasileira de Papelão Ondulado
Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009