Publicação
Alguns critérios, não normalizados, eram usados
por alguns usuários para especificar situações
de APROVAÇÃO ou de REJEIÇÃO de embalagens
de papelão ondulado na inspeção de recebimento
pelo Controle de Qualidade. Diria que são coisas do
passado. Lembrá-los é mais uma curiosidade para ilustrar
um case que queremos apresentar aqui.
Um determinado usuário tinha por critério aprovar um
lote de embalagem somente após um teste que consistia em
sujeitar a embalagem, com o seu conteúdo, a uma queda
livre de 2 m de altura sobre um piso rígido (cimentado)!
Especifi cação da embalagem
Dimensões: 400 x 400 x 1000
Papelão ondulado: PD/BC
Gramatura: 1860 g/m² – Espessura 7 mm
Conteúdo
Produto: Café Solúvel
Peso: 40 kg (dentro de um saco plástico)
Inspeção no recebimento da embalagem
O conteúdo era colocado na embalagem
A embalagem era selada com cola hot-melt
A embalagem era submetida a uma queda livre de
2 m de altura
Decisão
Aprovação: Não havendo qualquer ruptura
Rejeição: Ocorrendo alguma ruptura
ABPO – Associação Brasileira
do Papelão Ondulado.
Saiba mais em: www.abpo.org.br

O tipo de ensaio era uma exigência do usuário.
Amostras para ensaio foram enviadas e rejeitadas.
Analisada a situação pelo projetista, ele concluiu,
acertadamente, que o problema estava no poder de
acolchoamento que o papelão ondulado deveria oferecer.
O papelão ondulado era fabricado com dois
miolos de 230 g/m com alta resistência ao Esmagamento
e capas de 400g/m. Um miolo mais leve foi
usado, e o problema foi solucionado. (Utilizar duas
ondas A poderia também ajudar; AA, porém, raramente
se fabricava).

O acolchoamento não é uma característica controlada
rotineiramente pelo fabricante de embalagens
de papelão ondulado. E não consta em suas Tabelas
de Especificações. É, porém, uma preocupação
dos fabricantes de produtos eletrônicos que submetem
suas embalagens com seus conteúdos a ensaios
de Impacto ou Queda Livre (Drop-Test).
Para alguns produtos frágeis o acolchoamento é
ignorado propositalmente. “Janelas” são abertas nas
faces da embalagem para que os produtos sejam vistos
pelos transportadores; essas áreas ficam desprotegidas.
O que se deseja é alertar os transportadores
para tratar a embalagem cuidadosamente; no manuseio
e no transporte.
Anexos

Artigo ABPO

PDF | 205 Kb

 

Juarez Pereira
Assessor técnico da ABPO – Associação Brasileira de Papelão Ondulado
Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009