Publicação
PREÇOS DA CELULOSE CAEM NOS EUA E NA
CHINA EM JULHO E AGOSTO E SE MANTÊM
ESTÁVEIS NA EUROPA

Os meses de julho e agosto presenciam fortes quedas
dos preços da celulose, tanto a de fibra longa
(NBSKP) quanto a de fibra curta (BHKP e BEK),
nos EUA e na China, mas esses preços permaneceram
relativamente estáveis na Europa nesses dois meses (ajustando-
se para atingir o patamar de US$ 1.140 por tonelada de
BEK e US$ 1.340 por tonelada de NBSKP). Para setembro se
preveem pequenas quedas dos preços em dólar norte-americano
desses tipos de celulose na Europa.
Os comportamentos distintos dos preços da celulose na Europa
frente ao que ocorreu em julho e agosto na China e nos
EUA é explicado pelo fato de que na Europa há quedas expressivas
dos estoques de celulose, e na China há a deliberada atitude
do governo local em vender seus estoques para diminuir os
preços de commodities e, com isto, aliviar as pressões de alta da
taxa de inflação que o país tem sofrido. Os EUA, por sua vez,
veem perspectivas de melhorar a oferta do produto à medida
que normalizar a oferta de containers.
No Brasil, os fabricantes de celulose de fibra curta de eucalipto
(BEK) tendem a seguir o preço lista vigente na Europa, mas
nas vendas externas, em especial para a China, há pressões para
quedas de preços em relação ao preço lista sugerido.
Os mercados de papéis apresentam comportamentos distintos
segundo o produto considerado e a região analisada. Na
Alemanha e França, por exemplo, há tendência de estabilidade
dos preços em euros dos papéis A4, offset, couchê e imprensa
frente a suas cotações de julho. Mas na Itália, os preços em euros
dos papéis offset, couchê e imprensa elevaram-se no período
mencionado. Nesses três países, os preços em euros do papel
kraftliner aumentaram em agosto frente a sua cotação de julho.
As altas de preços de celulose e a pouca expansão dos preços de
papéis A4 e offset em vários países europeus já causam expressiva
contração da margem de lucro dos fabricantes europeus
desses produtos (como informado pela Euwid).
Nos EUA, em agosto, houve aumento dos preços em dólar
do papel imprensa, refletindo altas dos custos com celulose. E
no Brasil, em setembro, frente a suas cotações de agosto, não
deverão alterar os preços em Reais dos papéis de embalagem da
linha branca, mas alguns tipos de papéis da linha marrom deverão
terem quedas de preços em Reais (como o papel testliner),
o que se associa, no mesmo período, com quedas dos preços em
Reais de aparas marrons.
Agosto e início de setembro presenciam fortes reduções dos
preços em dólar norte-americano de madeiras serradas e de
chapas de madeiras na América do Norte, em especial no Canadá.
Isto se associa com a tendência da volta à normalidade
na oferta desses produtos e à diminuição da demanda ocasional
que ocorreu durante a pandemia por esses produtos.
Anexos

PDF | 1465 Kb

 

JOSÉ LUIS RIBEIRO BRAZUNA
ADVOGADO TRIBUTARISTA EM SÃO PAULO, FUNDADOR DO BRATAX (WWW.BRATAX.COM.BR), MESTRE EM DIREITO TRIBUTÁRIO PELA FACULDADE DE DIREITO DA USP, JUIZ DO TRIBUNAL DE IMPOSTOS E TAXAS DO ESTADO DE SÃO PAULO (DE 2008 A 2015), MEMBRO DO CONSELHO EDITORIAL DA REVISTA DO INSTITUTO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO E AUTOR DE DEFESA DA CONCORRÊNCIA E TRIBUTAÇÃO À LUZ DO ARTIGO 146-A DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL (IBDT-QUARTIER LATIN, 2008)
Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009