Irani registra receita líquida de R$ 429 mi no 2T22

Publicação

Irani registra receita líquida de R$ 429 mi no 2º tri de 2022, alta de 6,4% na comparação ao mesmo período do ano passado

 

Volume de produção e de venda permanecem acima dos níveis pré-pandemia e índices financeiros seguem sólido ritmo de crescimento, mantendo a sustentabilidade dos resultados da companhia

 


Porto Alegre, julho de 2022 - A Irani Papel e Embalagem S.A., uma das principais indústrias de papel e embalagens sustentáveis do Brasil, fechou mais um trimestre com resultados financeiros expressivos, demonstrando sua sólida performance e posição de liderança no setor. A companhia encerrou o 2º trimestre de 2022 com receita líquida de R$ 428,9 milhões, aumento de 6,4% em comparação aos R$ 403,1 milhões alcançados no mesmo período de 2021.
 

O lucro bruto também foi positivo -- R$ 207,1 milhões -- valor 34,8% superior aos R$ 153,6 milhões registrado em igual período de 2021. Outro índice superior registrado neste trimestre foi o lucro líquido de R$ 84,6 milhões, alta de 25% ante o 2º trimestre do ano passado, que foi de R$ 67,6 milhões. Já o EBITDA Ajustado da Irani no período foi de R$ 144,8 milhões, com margem de 33,8%, 21,6% maior ao apurado no 2º trimestre de 2021, quando registrou R$ 119 milhões, com margem de 29,5% -- nos últimos 12 meses, o EBITDA atingiu a marca de R$ 556 milhões com margem de 33%.
 

Novamente, foi registrado o maior ROIC (retorno sobre o capital investido) histórico da companhia. Nos últimos 12 meses, o Retorno sobre o Capital Investido foi de 25,5%, aumento de 0,1 p.p. em relação aos 12 meses findos em 30 de março de 2022 e expressivos 7,7 p.p. de aumento frente aos 12 meses findos em 30 de junho de 2021.
 

"Os resultados positivos alcançados pela Irani são recorrentes. Eles reforçam, mais uma vez, a sustentabilidade de nossos negócios e indicam que estamos percorrendo uma rota consistente de crescimento", diz Odivan Cargnin, diretor de Administração, Finanças e Relações com Investidores da companhia. "Mesmo diante do arrefecimento da economia em 2022, especialmente do consumo, o volume de expedição e venda alcançados nos últimos três meses pela companhia permanece acima dos níveis pré-pandemia, demonstrando a resiliência do nosso setor", complementa o executivo.
 

Desempenho operacional

No 2º trimestre de 2022, o mercado nacional representou 83% das vendas da Irani e o mercado externo chegou a 17%. Já em relação aos segmentos em que a companhia atua, o de Papel totalizou 32,7 mil toneladas de venda, registrando aumento de 6,8% em comparação a igual período de 2021. O volume de vendas de Embalagens Sustentáveis teve leve queda quando comparado ao 2º trimestre do ano passado -- 1,4%, porém aumentou 16% ante os primeiros três meses de 2022, totalizando 39,9 toneladas de venda. Já o segmento de Resinas Sustentáveis apresentou alta de 12,6% na comparação com o mesmo período do ano anterior, alcançando 4,2 toneladas.
 

Investimentos

A Irani manteve sua estratégia de investir em modernização e automação de seus processos produtivos. Os investimentos no 2º trimestre de 2022 somaram R$ 148,6 milhões e foram direcionados basicamente para reflorestamento, manutenção e melhorias das estruturas físicas, software, máquinas e equipamentos da Companhia.
 

Deste montante, R$ 110,4 milhões foram destinados à execução dos investimentos dos projetos da Plataforma Gaia, sendo R$ 83,0 milhões no Gaia I, R$ 6 milhões no Gaia II, R$ 11,5 milhões no Gaia III. R$ 1,2 milhões direcionados ao Gaia VI, R$ 999 mil ao Gaia VII, R$ 3,8 milhões ao Gaia VIII e R$ 3,9 milhões ao Gaia IX.
 

"A estratégia de negócios da Irani mantém-se focada no aumento do nível de rentabilidade e na construção contínua de valor para nossos stakeholders com os investimentos promovidos na Plataforma Gaia, que visam o crescimento sustentável da companhia, para ampliar a sua competitividade, capacidade de produção e autossuficiência energética", reforça Odivan Cargnin.
 

Para mais informações sobre a Plataforma Gaia, clique aqui.

 

Sobre a Irani

Fundada em 1941 e controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, tradicional grupo empresarial da Região Sul do País, a Irani Papel e Embalagem é hoje uma das líderes do setor de embalagens sustentáveis no Brasil. Com a produção integrada às florestas próprias e na economia circular (reciclagem), além da energia autogerada e máquinas e equipamentos constantemente atualizados, a Irani produz papéis para embalagens, chapas e caixas de papelão ondulado, resinas naturais de pinus, breu e terebintina, assegurando o fornecimento de produtos de matéria-prima renovável com alta qualidade e competitividade. A Irani possui 5 unidades produtivas: duas em Vargem Bonita (SC), uma em Santa Luzia (MG), uma em Indaiatuba (SP) e uma em Balneário Pinhal (RS), além de florestas em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e escritórios em Porto Alegre (RS) e Joaçaba (SC), e conta com mais de 2.200 colaboradores.

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009