Sylvamo registra lucros e margens crescentes no 2T22

Publicação

Sylvamo divulga resultados do segundo trimestre com lucro e margens operacionais maiores e aumenta projeções anuais

 

Mogi Guaçu, 11 de agosto de 2022 -- A Sylvamo Corporation (NYSE: SLVM), a Empresa de Papel do Mundo, divulgou os resultados do segundo trimestre de 2022 e destacou:

 

  • Lucro líquido de operações contínuas de US$ 84 milhões em comparação com US$ 55 milhões no primeiro trimestre de 2022;
  • Lucro operacional ajustado (não-GAAP) de US$ 90 milhões ante US$59 milhões no primeiro trimestre de 2022;
  • EBITDA ajustado (não-GAAP) de US$ 189 milhões com margem de 20,7% vs US$ 146 milhões e margem de 17,8% no primeiro trimestre de 2022. Resultado US$ 9 milhões acima da projeção máxima da companhia;
  • Fluxo de caixa livre (não GAAP) de US$39 milhões em comparação aos US$32 milhões no primeiro trimestre de 2022;
  • Liquidação de US$ 48 milhões em dívidas, alcançando uma relação dívida bruta/EBITDA ajustado de 2.2x.

 

"Vimos lucros e margens operacionais crescentes no segundo trimestre após um primeiro trimestre bem-sucedido. Também estamos aumentando as projeções de nosso EBITDA ajustado e fluxo de caixa livre para todo o ano com base em nosso desempenho do primeiro semestre do ano e nossas perspectivas para o segundo semestre", disse Jean-Michel Ribiéras, Presidente do Conselho de Administração e CEO Global da Sylvamo. "Seguimos comprometidos em reduzir a dívida, investindo em projetos de alto retorno e devolvendo dinheiro aos acionistas à medida que continuamos entregando nossa tese de investimento".

 

Entre os destaques comerciais e operacionais do segundo trimestre, a Sylvamo anunciou que o preço e mix de produtos melhoraram em US$ 73 milhões de dólares em relação ao trimestre anterior, principalmente devido aos reajustes de preços implementados em todas as regiões. Os resultados operacionais subiram US$ 2 milhões e as despesas totais com interrupções planejadas de manutenção tiveram aumento de US$ 17 milhões na América do Norte, comparando com o período anterior. Já os insumos tiveram aumento de US$ 16 milhões, refletindo os custos mais altos de produtos químicos, energia, fibra e transporte. As margens EBITDA ajustadas para Europa, América Latina e América do Norte foram de 16%, 32% e 16%, respectivamente.

 

Para o terceiro trimestre a companhia projeta EBITDA ajustado entre US$ 205 milhões e US$ 215 milhões e espera que o preço e o mix melhorarem entre US$ 40 milhões e US$ 45 milhões, em comparação com o segundo trimestre, refletindo a estratégia contínua de reajustes em todas as regiões. Projeta-se também que o volume de vendas suba entre US$ 5 milhões e US$ 10 milhões, com demanda mais forte na América do Norte.

 

Para os custos operacionais, a companhia tem a expectativa de um aumento de US$ 5 milhões a US$ 10 milhões. Já para os gastos com insumos e distribuição a projeção é de US$ 35 milhões a US$ 40 milhões de aumento, acompanhando a alta dos preços de produtos químicos, energia, fibra e transporte.

 

A Excelência Comercial, Operacional e a Disciplina Financeira continuam a orientar as decisões da companhia. A execução da estratégia nessas três frentes ajudou a gerar uma margem EBITDA ajustada de 20,7% no segundo trimestre de 2022 e um fluxo de caixa livre de US$ 39 milhões, que contribuiu para a redução de US$ 48 milhões da dívida.

 

A Sylvamo superou a demanda da indústria com um forte foco no cliente. Suas unidades operaram bem em todas as regiões, incluindo paradas de manutenção programadas seguras e eficientes nas duas fábricas na América do Norte. Com base nos fortes resultados do primeiro semestre, a companhia elevou a projeção de EBITDA ajustado para o ano todo de US$ 725 milhões a US$ 775 milhões para US$ 740 milhões e US$ 780 milhões, aumentando também o guidance de fluxo de caixa livre de US$ 160 milhões a US$ 180 milhões para US$ 170 milhões a US$190 milhões.

 

O lucro operacional na América Latina no segundo trimestre de 2022 foi de US$ 59 milhões contra US$ 39 milhões no primeiro trimestre do mesmo ano. Os ganhos foram maiores, pois os preços médios de venda mais altos compensaram os custos operacionais e de insumos maiores.

 

Na América do Norte, o resultado foi de US$ 66 milhões, aumento de US$ 4 milhões em relação ao trimestre anterior, apesar dos insumos mais altos, os ganhos foram maiores, devido aos preços médios de venda mais altos, os volumes mais altos, as interrupções de manutenção mais baixas e os custos operacionais mais baixos.

 

Já na Europa, o lucro operacional foi US$ 17 milhões em comparação com US$ 2 milhões no primeiro trimestre de 2022. Os ganhos foram maiores, pois os preços médios de vendas compensaram os custos operacionais e os custos de insumos mais altos.

 

 

Sobre a Sylvamo Brasil  

Sylvamo (NYSE: SLVM) é a empresa mundial de papel, com fábricas na Europa, América Latina e América do Norte. Nossa visão é ser o empregador, fornecedor e o investimento preferido. Transformamos recursos renováveis ​​em papéis dos quais as pessoas dependem para educação, comunicação e entretenimento. Com sede em Memphis, no Tennessee, empregamos mais de 7.500 profissionais. As vendas líquidas de 2021 foram de US$ 3,5 bilhões.  


 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009